Aplicativo Nativo x Híbrido: Qual escolher?

A aceleração digital está cada vez mais rápida e está gerando um alerta para empresas que não tinham em suas estratégias a produção de aplicativos, mas agora precisam colocar este tipo de desenvolvimento em prioridade. Com isso, as dúvidas surgem e um dos primeiros questionamentos é se você deve desenvolver um aplicativo Nativo ou Híbrido. 

Neste artigo, vamos explicar a principal diferença entre os dois e quais os benefícios de cada formato de desenvolvimento. 

O que é um aplicativo Nativo?

A expressão “Nativo” já diz muito sobre esse tipo de aplicação e desenvolvimento, pois como o próprio nome já diz, essa aplicação é codificada, desenhada e planejada para o sistema operacional que o cliente deseja. As aplicações nativas exploram as funcionalidades do próprio sistema, permitindo personalizar as características do aplicativo para uma experiência mais alinhada ao funcionamento da versão iOS ou Android. 

Sendo assim, se você tiver interesse neste tipo de aplicação, as equipes precisam ter conhecimento sobre as duas tecnologias. Equipes distintas ou com profissionais complementares são alocadas para produções individuais de cada versão, o que ocasiona maior investimento financeiro neste tipo de aplicativo. Ao mesmo tempo, a qualidade de desenvolvimento é inquestionável, afinal consiste no melhor aproveitamento de todos os recursos oferecidos pelos smartphones, como câmera, GPS e notificações push.

O tempo de projeto para aplicações nativas é mais prolongado em comparação com a aplicação híbrida. Este tipo de projeto deve seguir o Guia de design do Android ou o Guia de design da Apple, o que deixa a produção totalmente funcional e agradável aos usuários. 

O que é um aplicativo Híbrido?

O aplicativo desenvolvido com tecnologia híbrida não necessariamente possui código nativo, como é o caso do Framework Ionic. Neste caso o APP roda na camada acima de um navegador, e portanto, todo código é desenvolvido utilizando a famosa linguagem da web, Javascript. Além de facilitar o ambiente de desenvolvimento para a equipe de TI, o mesmo também possibilita o funcionamento em desktops.

Já o famoso Framework React Native, utiliza uma combinação de código Javascript com código nativo e adota uma estratégia diferente do Ionic: Ao invés de rodar sobre um navegador, a tecnologia converte o código desenvolvido em linguagem web para a linguagem nativa de cada sistema operacional. Assim, o programador obtém uma experiência semelhante aos códigos desenvolvidos diretamente para cada plataforma, além de obter uma melhor integração entre elas.

Este tipo de desenvolvimento é adequado para projetos de menor tempo, pois mantém a qualidade muito próxima da nativa, mesmo sendo desenvolvido mais rápido. Os APPs híbridos podem ser localizados nas lojas de aplicativos, da mesma forma que os aplicativos nativos. 

Como dissemos anteriormente, este tipo de projeto é mais rápido, sendo assim tem menor investimento, com equipes menores e mais versáteis no desenvolvimento. Ele pode utilizar as funcionalidades do aparelho, mas precisa de um Framework para intermediar entre as ferramentas. Nós utilizamos o Framework React Native, o qual consideramos superior nesta tecnologia. 

Qual escolher?

Essa pergunta depende muito do seu objetivo com o projeto.

Indicamos que você converse com a equipe que vai desenvolver seu aplicativo e tire suas principais dúvidas sobre os dois formatos. Independente se você escolher o desenvolvimento de um aplicativo nativo ou híbrido, a qualidade de desenvolvimento será muito próxima e o que diferencia é a maneira como a equipe vai trabalhar e os dispositivos que o seu APP terá de alcance. 

Somente após uma boa avaliação, você terá as respostas sobre qual é o aplicativo ideal para o seu negócio. Nós da Sthima realizamos uma etapa de análise de projeto para facilitar esse entendimento antes mesmo da contratação do serviço de desenvolvimento de APPs. 

Você pode solicitar sua análise de projeto para receber uma estimativa de tempo, custo e o tipo de aplicativo que a sua empresa precisa, clicando aqui. 

Default image
Redação Sthima
Leave a Reply